Incêndios podem ser contidos com compartimentação de ambientes


Um incêndio de pequenas proporções assustou moradores do prédio nº 168, na Rua Lauro Muller, em Botafogo, no Rio de Janeiro, no último domingo, dia 20/07.

O fogo foi percebido por um tenente da reserva do Corpo de Bombeiros, que passava pelo local e, ao ver as chamas, ligou para o 193. De acordo com o divulgado, dois apartamentos, no 5º e 6º andares, pegaram fogo.

Pouco mais de sete minutos após a ligação do tenente, uma guarnição dos Bombeiros já estava presente ao local, conseguindo, rapidamente, controlar as chamas. Durante o ocorrido, o prédio foi esvaziado, sem qualquer registro de feridos. A princípio, não se sabe qual a causa do incêndio, mas os Bombeiros trabalham com a hipótese de que um aparelho de ar-condicionado tenha dado origem ao fogo.

É por isso que a compartimentação vertical e horizontal, em ambientes como prédios e edifícios comerciais, se faz tão necessária. Por serem conhecidas como as paredes corta fogo, elas impedem as chamas de se alastrarem de um ambiente para outro, as mantendo confinadas, em seu local de origem, até que as equipes de resgate cheguem para combater o incêndio.

As compartimentações realizadas pela Officeflex possuem resistência tanto ao fogo, quanto estanqueidade e isolamento térmico. Obrigatórios na separação de qualquer ambiente.

Comentários
0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *