Como é o processo de fabricação do Drywall?


A construção seca tem sido tendêndia nos últimos anos, com paredes de gesso e sem a necessidade de trabalhos de alvenaria, facilita o trabalho e diminui a sujeira, além de oferecer a possibilidade de uma construção mais rápida e com mais diversificação na arquitetura. Mas como são fabricadas as placas de Drywall?


 

A fabricação do Drywall

1. A gipsita, um minério natural, é moída até se transformar em um pó fino, da espessura de talco.

2. O pó é submetido a altas temperaturas, virando gesso (calcinação). Esse gesso será a base da produção das placas.

3. A primeira etapa já na produção é o estiramento do papel cartão, que é o material que revestirá a placa de Drywall

4. Em um misturador, são adicionados ao gesso calcinado (em pó) aditivos e água até gerar uma pasta. Essa mistura então é lançada sobre o papel cartão, esticado na esteira.

5. Uma máquina extrusora define a espessura da placa, que nesse ponto ainda é uma pasta, e ainda nessa máquina, uma segunda folha de cartão é colocada, formando uma placa de duas faces de papel.

6. Sobre uma correia de formação, o gesso reage com a água, endurecendo antes do corte.

7. Na guilhotina, as placas já rígidas são cortadas conforme os padrões estabelecidos.

8. Antes da secagem, as placas que serão levadas ao secador são separadas em grupos e preparadas.

9. O secador retira toda a umidade restante das placas, deixando-as totalmente secas.

10. Nessa etapa são formados os estoques. A máquina realiza os últimos acabamentos de corte e agrupa as placas por pares, deixando as faces protegidas para o estoque e manuseio no transporte.

11. Na última etapa da produção, as placas são empilhadas com precisão e cuidado, formando pallets. Após essa etapa, eles são embalados e encaminhados aos locais para distribuição.

Comentários
0 Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>